Rodapé – rodapés de madeira, poliestireno, pvc e muito mais

Esse detalhe que, muitas vezes passa despercebido num ambiente, tem grande importância. Na maioria das vezes, quando falta o rodapé ao redor de um cômodo a impressão que se tem é de que “falta alguma coisa”, o acabamento ainda não foi terminado. Claro que há exceções e locais em que o rodapé é deixado de lado propositalmente, mas na grande maioria dos casos, é ele quem finaliza o revestimento, dando beleza ao “encontro” do fim da parede com o piso no chão, e proteção contra a sujeira advinda de esbarrões (sapatos, vassouras, objetos diversos) ou líquidos.

Rodapé branco em faixa sobre piso de madeira

Rodapé branco em faixa sobre piso de madeira

O rodapé pode ser feito de cerâmica ou de madeira. As tiras não seguem exatamente uma regra no que diz respeito à sua altura. Seu tamanho depende da proposta do ambiente, mas é indicado que não sejam baixas demais (peças de 20 a 40 cm tem sido bastante utilizadas). Tiras maiores podem encobrir fiações; algumas possuem sulcos próprios para isso. Se forem muito grandes num ambiente baixo, porém, descaracterizam-se, dando a sensação de “achatamento” da parede.

Quanto ao desenho, o reto é o mais utilizado do que o arredondado. Há estilos mais clássicos, lembrando, inclusive figuras rococó. Dentre as opções, o reto é o que acumula mais poeira, dependendo de sua espessura. Nesse caso é bom aspirar sempre que possível.

Rodapés de madeira

Cada vez mais utilizados principalmente com o avanço na utilização de pisos laminados e revestimentos de madeira, os rodapés de MDF, parquet, etc., caíram no gosto dos consumidores por sua versatilidade. As peças vendidas em madeira crua permitem a escolha posterior de pintura ou envernizamento. As que apenas imitam madeira podem ser instaladas exatamente dessa forma, principalmente se a intenção for dar um efeito rústico para o local. Em branco, denotam sofisticação. Os rodapés que possuem recuos (desnível de maior para menor, como um L) produzem um efeito muito bonito no acabamento do ambiente. Da mesma forma, há modelos com frisos e pequenos desenhos, também para personalizar o ambiente.

A manutenção é de extrema importância, já que as peças não têm prazo de validade quando bem cuidadas. A troca só deve ser feita em caso de umidade ou infiltração, do contrário, não há necessidade. Para a limpeza correta, vale lembrar que cada material possui características próprias. Geralmente, pano úmido ou apenas limpadores vendidos em supermercados, próprios para o material dão conta do recado.

Rodapé de madeira

Rodapé de madeira

É sempre bom contratar um profissional na hora da instalação de pisos e rodapés. Alguns revendedores incluem no preço das peças a mão-de-obra especializada. Vale mais a pena, pois é um trabalho que exige perícia e o resultado final tem de ser impecável. Do contrário, aquele detalhe que deveria simplesmente dar estilo e acabamento a um cômodo, passará a ser a atração principal e chamando a atenção de todos – só que de uma forma negativa.

Rodapés de outros materiais

Rodapé de PVC

Rodapé de PVC, simples, leve e barato

 

rodapé de porcelanato

rodapé de porcelanato

GD Star Rating
loading...
Rodapé - rodapés de madeira, poliestireno, pvc e muito mais, 3.8 out of 5 based on 5 ratings